segunda-feira, 5 de abril de 2010

aniversário do David de 3 anos

Ontem dia 04 de abril o David comemorou 3 anos. Vou contar como começou essa história do David ser um dos melhores amigos do Yuri.


Até a 4ª serie primaria isso falando dos anos 80, eu estuda em uma escola pequena de bairro, então quando fui para 5ª seria minha mãe me colocou em uma escola que iniciava da 5ª séria ate o 2º grau, e eu conheci a Márcia (mãe do David), porem ate a 6ª séria era somente um oi, pois eu tinha outra turminha que andava porem no meio da 7ª séria houve um desentendimento e eu fiquei fora da turminha e fui sentar no fim da sala, onde a Márcia sentava e começamos a fazer uma amizade, ele me ajudou a enfeitar a igreja e o salão para a minha festa de 15 anos, começamos a sair juntas a irmos para festinhas do bairro dela. E a amizade foi crescendo, contávamos tudo uma para outra, e quando terminamos a 8ª série ambas passamos a estudar a noite e trabalhávamos durante o dia, pois a situação em casa não permitia mais ficar em casa. Essa epoca tambem muito legal, com os primeiros salários saiamos, compramos muitas roupas jutnas, várias vezes cortamos cabelos juntas e começamos a viver outras coisas.

Eu comecei a namorar o Dionísio com 17 anos e a Márcia não tinha namorado e dizia que não iria se casar, que iria morar sozinha. Mesmo namorando eu tinha um dia da semana que saia com ela, conversamos e uma sabia tudo da vida da outra. Então com 22 anos eu me casei, segundo as minhas amigas uma doideira, mais foi legal. Depois que me casei ainda nos encontrávamos, mais ocorreu um fato no caso uma fofoca que quebrou a nossa amizade, deixou a Márcia muito triste e infelizmente ela achou melhor ficar longe, eu implorei muito mais não adiantou. Olha como eu senti a sua falta, ela era a pessoa que me conhecia muito bem, que eu contava tudo, como era difícil, eu tentei varias vezes que ela entendesse que o problema foi uma grande inveja da nossa amizade e por isso tinham feito isso, mais ela estava no momento dela e não aceitou. Então depois de um tempo, parei de ligar para ela e fiquei na minha esperando que ela me procurasse, então depois de uns 5 anos ela me procurou dizendo que iria se casar e morar um outro estado, fiquei feliz em saber do casamento, mais triste de não ter acompanhado nada desse tempo, como ela havia feito comigo. Eu, Dionísio e uma amiga nossa em comum a Ana Paula, fizemos um vídeo de despedida com os amigos e familiares e passamos no final do casamento. Então ela foi embora, nesses dias ate tentamos retomar a amizade. Os levamos para o aeroporto, mais ainda não estava legal. O tempo passou retornaram para a nossa cidade, mais ela não me avisou, nos encontramos por acaso na rua, confesso que fiquei triste, mais tudo bem, imagina nos éramos amigas que ligávamos todos os dias, mesmo sem telefone em casa, era do trabalho e der repente isso acaba e complicado. Então em 2004 eu tive o câncer, ela me ligou algumas vezes, mais ai era eu que não queria contato naquele momento, eu me isolei um pouco. Mais Deus era tremendo ele tinha reservado de uma maneira muito especial o nosso retorno. Com a doença eu não podia engravidar por um tempo, fiquei na minha, mais um dia descobri que a Márcia estava grávida, não liguei para ela, pois achei que ela poderia ter me ligado, mais fiquei de longe acompanhando quando a criança iria nascer mais infelizmente houve um aborto. Não nos falamos mais, depois de um tempo descobri que ela estava grávida novamente e logo em seguida quem estava grávida era eu, nos encontramos um dia na rua ela grávida de 7 meses do David e eu de 2 meses mais ainda não sabia que seria o Yuri, nos falamos pouco.

O David nasceu dia 04/04/2007 e o aniversário da Márcia e dia 08/04, então no dia do seu aniversário liguei para dar os parabéns, porem foi o marido dela que atendeu e não pedi para falar com ela.

Minha gravidez prosseguiu bem, não nos falamos, a minha vontade era de ligar de falar de contar as coisas, mais fiquei na minha.

Depois de uns meses ela passou um e-mail com a foto do David, muito lindo devolvi o e-mail dizendo como ele era lindo. O Yuri nasceu dia 02/10/2007 e o meu aniversário 09/10, assim como ela ganhei um presente no mês do aniversário. Depois de uma semana que o Yuri nasceu ela me ligou, perguntando como eu estava, queria saber sobre o bebê se era tudo perfeitinho e eu disse que sim, que estava tudo ótimo. Então ela me contou que o David tinha um probleminha que ela durante a minha gravidez achou melhor estar bem longe para não me impressionar, quando ela estava grávida de 4 meses descobriu que o David tinha uma síndrome, e ela faz com que os órgãos não se desenvolvam, porem por um milagre o David nasceu somente com uma diferença na perna. Desligamos o telefone e não nos falamos mais, porem um dia passeando pela cidade nos encontrou, o Yuri tinha 21 dias, então retomamos a nossa amizade eles foram a todos os mesesverário e começou a voltar aquela amizade de antes, nossos maridos que podem falar isso, pois a conta de telefone subiu muito na minha licença maternidade, o marido dela agradeceu quando eu retornei. E com isso estamos vendo os nossos filhos crescendo, brincando juntos, empurrando um o outro, e a diferença da perna do David que hoje esta quase 9 cm não faz diferença na amizade deles, por que o David corre atrás do Yuri tranquilamente.


Não podemos escolher a nossa família, mais podemos aumentá-la com os nossos amigos. Quantas vezes temos amigos mais que irmãos e como é bom viver isso.

=


                                            comendo o bolo do aniversário do David




3 comentários:

Miguel...Presente de Deus disse...

Que bom que vocês agora estão bem, Deus é realmente tremendo, além de preservar essa amizade linda,ainda operou um milagre na vida do pequeno davi.
Beijo pra vcs...
Carla e Miguel

ciça disse...

Querida amiga Aline
Quero que saiba que mesmo longe você esteve dentro do meu coração.
A vida nos faz enfrentar momentos de dificuldades, mas o Pai nos toca com sua mão de amor e nos leva a um lugar de maior abundância espiritual,fomos tocadas e hoje estamos prontas para dividir esse momento maravilhoso e milagroso de sermos MÃE!
Te amo em Cristo Jesus,Márcia.

Eveline disse...

Que história linda! É muito bom termos amigos especiais, né? Como diz em Provérbios 17.17: "Em todo tempo ama o amigo, e na angústia nasce o irmão". Quantas vezes Deus nos surpreende colocando verdadeiros irmãos em nossas vidas, né?
Eu valorizo muito meus amigos e estou sempre aberta a novos, pois meu negócio é família grande! rs.

Bjnhs